Nota sobre as exclusões do Simples Nacional – 2018.

Postado por Sescon ES em 25/09/2018 | Categoria: Sem categoria - Sem Comentários

No dia 12 de setembro deste ano, a Receita Federal do Brasil (RFB) iniciou os procedimentos para exclusão de empresas do Simples Nacional, com a emissão de Atos Declaratórios Executivos (ADE) para os contribuintes com débitos previdenciários e não previdenciários com a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), cuja exigibilidade não está suspensa. No Estado do Espírito Santo foram enviados 14.386 ADE, totalizando cerca de R$ 400 milhões em débitos tributários.

Assim, sem esgotar o assunto, abaixo seguem alguns esclarecimentos e procedimentos a serem observados:

1- Assim como nos dois anos anteriores, os atos de exclusão foram encaminhados, exclusivamente, por meio de mensagem eletrônica enviada ao Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTESN), sistema em que todos os optantes pelo Simples Nacional, exceto os MEl, são automaticamente participantes;

2- O teor do ADE de exclusão no DTE-SN poderá ser acessado pelo Portal do Simples Nacional ou pelo Atendimento Virtual (e-CAC) no sítio da Receita Federal do Brasil, mediante certificado digital ou código de acesso. Todavia, o código de acesso gerado pelo Portal do Simples Nacional não é válido para acesso ao Atendimento Virtual (e-CAC), e vice-versa;

3- A ciência dada à pessoa jurídica pelo DTE-SN será considerada pessoal para todos os efeitos legais.

3.1. Se a pessoa jurídica efetuar a consulta do ADE dentro do prazo de 45 dias contados da data em que este foi disponibilizado no DTE-SN:

a) a ciência ocorrerá no dia em que for efetuada a consulta, se a consulta ocorrer em dia útil;
b) a ciência se dará no primeiro dia útil seguinte ao da consulta, se a consulta ocorrer em dia NÃO útil;

4- Se a pessoa jurídica não efetuar a consulta ao ADE de exclusão dentro do prazo de 45 dias contados da data em que este foi disponibilizado no DTE-SN, a ciência ocorrerá no 45° dia contado da data da sua disponibilização no DTE-SN (ciência por decurso de prazo). Atenção: Para que a pessoa jurídica seja cientificada do ADE de exclusão, não basta simplesmente acessar o DTE-SN, é necessário, além de acessar o DTE-SN, clicar sobre a linha (mensagem) correspondente ao ADE de exclusão, independentemente de baixar/visualizar ou não o arquivo (em PDF) do ADE. Ou seja, a ciência do ADE de exclusão ocorrerá na data em que a pessoa jurídica acessar o DTE-SN e clicar sobre
a linha correspondente (mensagem) ao ADE de exclusão.

5- A partir da data de ciência do ADE de exclusão, a pessoa jurídica terá o prazo de até 30 (trinta) dias para a regularização da totalidade dos débitos à vista, ou por meio de parcelamento ou compensação.

6- Havendo a regularização de todos os débitos, não há necessidade de comparecimento nas unidades de atendimento, e a exclusão será cancelada automaticamente. Também não é necessário protocolizar impugnações ou petições para informar que as pendências foram regularizadas. Todavia, recomenda-se consultar a situação fiscal da empresa, após 4 dias da data da regularização dos débitos, e até 31/12/2018, para que seja possível contornar eventuais erros (erro na digitação do código de barras etc).

7- Caso não haja a regularização dentro do prazo, o contribuinte será excluído do Simples Nacional com efeitos a partir de 01/01/2019.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
1- As datas de “corte” (data em que os débitos foram selecionados para composição do ADE) para seleção dos contribuintes foram:

a) No âmbito da RFB:
* Débitos não previdenciários (fazendários): 20 de julho de 2018;
* Débitos previdenciários: de 23 a 25 de julho de 2018.
b) No âmbito da PGFN:
* Débitos não previdenciários (fazendários): 16 a 18 de junho de 2018;
* Débitos previdenciários: de 23 a 25 de julho de 2018.
1.1- Assim, caso a regularização dos débitos tenha sido realizada após as datas mencionadas (ou também em data muito próxima) dos itens anteriores, e até a data da disponibilização do ADE (12 de setembro de 2018), embora eles possam estar constando no ADE, esses débitos não serão considerados para efeitos de exclusão do Simples Nacional, (sugere-se que o contribuinte consulte sua situação fiscal para se certificar de que os débitos estão baixados). Neste caso (estando o débito “baixado”), o contribuinte não precisa protocolizar impugnações, sendo prudente que, durante o mês de janeiro de 2019, consulte se, por algum motivo, houve sua exclusão do Simples Nacional; momento em que ainda poderá realizar novo pedido de opção (no Portal do Simples Nacional), ou, protocolizar contestação à exclusão em uma unidade de atendimento da Receita Federal do Brasil.
Obs.: A consulta da condição de optante pelo Simples Nacional pode ser realizada diretamente no Portal do Simples Nacional na internet em: Simples Serviços>Consulta Optantes.

2- As exclusões por débitos não geram impedimentos de nova opção, assim, durante o mês de 01/2019, o
contribuinte poderá solicitar nova opção, desde que atenda aos requisitos previstos na legislação (não haja
existência de débitos, exerça apenas atividades permitidas etc).

DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM VITÓRIA/ES 
24/09/2018

Deixe o seu comentário!


0 Comentários para "Nota sobre as exclusões do Simples Nacional – 2018."

Instituições Financeiras

Listagens com os bancos em todo território nacional e créditos para empresa.

Consulte Aqui

Modelos de Documentos

Modelos de Contratos, Procurações, Declarações, Requerimentos e muito mais.

Consulte Aqui

Emissão de Notas Fiscais

Tire suas dúvidas sobre emissão de notas fiscais em vários estados brasileiros.

Consulte Aqui

Programação

Confira nossa programação de palestras e eventos. Clique aqui e faça sua inscrição.

Consulte Aqui

Tabelas Práticas

Tabelas trabalhistas, do Simples Nacional e outras.

Agenda de Obrigações

Confira nossas agendas de obrigações fiscais.

Facilitador Contábil

Links variados de utilidade contábil e empresarial.

Certidões Negativas

Certidões, Dívida Ativa, Simples, Previdência Social.

Desenvolvido por Sitecontabil 2017 - Todos os Direitos Reservados - [ ]